Politica

BETO RICHA ENVIA EM REGIME DE URGÊNCIA PROJETO PARA AUMENTO DE ALÍQUOTA EM ATÉ 300%

Antes de o governador Beto Richa deixar o Palácio do Iguaçu, ele ira deixar um ovo de páscoa para os produtores de aves. Em regime de urgência, o governo Beto Richa enviou à Assembléia Legislativa do Paraná a proposta de aumentar em até 300% os impostos para produtores de aves. Os reajustes vão incidir sobre as taxas a Guia de Transporte Animal (GTA), de transporte e de alojamento dos animais.
Deputado Cláudio Palozi

Deputado Cláudio Palozi – PSC

O deputado Cláudio Palozi (PSC) líder do Bloco Parlamentar Agropecuário da Assembleia Legislativa do Paraná, disse que é contra a toda política contraria que venha prejudicar a classe produtora, que sofre tanto com os baixos preços. Qualquer projeto que venha trazer prejuízo, preocupações, transtornos aos produtores agropecuaristas tenho a obrigação de me posicionar contra. Mesmo porque sou líder do bloco agropecuário da Assembléia, e temos de trabalhar no sentido para melhorar e não de prejudicar ainda mais esse setor que é tão importante  para gerar renda e empregos no campo.”, argumenta Palozi.

 

Deputado Nereu Moura

Deputado Nereu Moura – MDB

O deputado  Nereu Moura(MDB) indignado protestou contra o projeto, classificado por ele como abusivo e criminoso.Essa iniciativa maltrata os nossos produtores rurais; eles que já não agüentam mais a pesada carga tributária”, disparou.

O parlamentar demonstrou total insatisfação em relação ao modo como a proposta tramita na Assembléia, em regime de urgência, uma das marcas registradas do atual governo.Um projeto que chega no apagar das luzes, já que Richa deixa o Palácio Iguaçu no próximo dia 6 de abril, e é votado no tratoraço. A Assembléia, com maioria governista, aceita tudo, aprova tudo, absolutamente inerte, sem discutir, verificar um texto que gera tantos prejuízos a essa classe tão importante para o Paraná”, afirmou.

 

Tratoraço

Como sabemos o governador Beto Richa tem a maioria dos deputados como base aliada, com isso, uma das marcas registrada do seu governo, é enviar os projetos em regime de urgência sem consulta ou debate com os maiores interessados, nesse caso os produtores. Com a certeza que o projeto não será rejeitado pelos parlamentares, o chamado tratoraço sempre esteve presente nas medidas polêmicas a serem tomadas a desfavor da população ou a uma classe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *