Laboratórios Multiuso para atendimento de pesquisas. Foto: Arnaldo Alves / ANPr.

Universidades estaduais do Paraná estão entre as melhores do mundo

Redação – 14 de novembro 2018 – 14h52

As Universidades Estaduais do Paraná estão entre as melhores do mundo, segundo World University Ranking 2019 divulgado nesta terça-feira (13) pela revista inglesa Times Higher Education (THE). As instituições se destacaram internacionalmente e aparecem entre as melhores em quatro áreas de avaliação: Clinical, Pre-Clinical & Health, Live Sciences, Physical Sciences e Education. Foram avaliadas 1.250 universidades.

As áreas são formadas por indicadores de desempenho agrupados em cinco itens: ensino (o ambiente de aprendizagem); pesquisa (volume, renda e reputação); citações (influência da pesquisa); perspectiva internacional (pessoal, estudantes e pesquisa) e renda da indústria (transferência de conhecimento).

Segundo o secretário estadual da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Décio Sperandio, esse é o segundo ranking divulgado pela revista em 2018 que projeta internacionalmente as universidades estaduais. “Essas avaliações são resultados concretos do nosso investimento em áreas estratégicas e fundamentais do ensino superior como pesquisa, extensão e ensino”.

Na categoria “Clinical, Pre-Clinical & Health” foram avaliados cursos de Medicina, Odontologia e outros vinculados à saúde. Em 2018, esse critério avaliou 721 universidades do mundo. As universidades estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM) e Ponta Grossa figuram entre as 600 melhores.

Nas áreas das ciências da vida, chamado pelo ranking de “life sciences”, estão contemplados cursos de Biologia, Medicina Veterinária e Educação Física. As instituições também aparecem entre as 600 melhores. A novidade ficou por conta da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) que entrou na classificação.

Para os assuntos de “physical sciences” foram avaliadas as graduações em Matemática, Estatística, Física, Astronomia, Química, Geologia e Ciências Ambientais. As universidades estaduais de Londrina, Maringá e Ponta Grossa estão entre as 800 melhores.

O ranking também adotou a categoria “Education” que destaca as universidades líderes em educação, formação de professores e estudos acadêmicos em temas de educação. Apenas a UEL aparece nesse quesito, posicionada entre as 400 melhores do mundo.

US NEWS & WORLD REPORT – As Universidades Estaduais de Londrina e Maringá também ganharam destaque, nesta terça-feira (13), no ranking divulgado pelo US News & World Report, portal norte-americano especializado em rankings de educação há mais de 30 anos. A UEL ficou em 51ª e a UEM em 58ª na avaliação das melhores universidades da América Latina.

Apenas 30 universidades brasileiras foram avaliadas – 24 são federais e as restantes são estaduais. Esta é a quinta edição do ranking de universidades globais. Foram avaliadas 1.250 instituições em 75 países e os resultados foram divulgados por região. Na América Latina, integram o ranking 64 universidades.

Agência de Notícias do Paraná

Please follow and like us:

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos marcados são obrigatórios *

*