Umuarama

VOLUNTÁRIOS VISITAM 1.700 MORADIASEM AÇÃO DE COMBATE À DENGUE

Uma grande ação de combate à dengue foi realizada na última sexta-feira, 15, envolvendo diversos órgãos e entidades da sociedade civil. O alvo foi a região do Conjunto Guarani e bairros próximos, onde o índice de infestação por larvas do mosquito ficou bem acima do aceitável, conforme apontou o último Levantamento de Índice Rápido para Infestação pelo Aedes aegypti (Liraa).

Encabeçada pelo Comitê de Combate à Dengue de Umuarama, a ação aconteceu na parte da tarde, a partir das 13h30. Além de orientações sobre como evitar a reprodução e combater o transmissor da dengue, e também do zica vírus e da febre chikungunya, as equipes distribuíram mudas da crotalária – uma planta que ajuda a afugentar o mosquito. “Embora no inverno as sementes demorem um pouco mais para germinar e crescer, é importante cultivá-las para reforçar das ações preventivas”, disse a presidente do comitê, Lígia Adriana dos Santos.

O grupo visitou os bairros Jardim Vitória, Jardim Paris, Conjunto
Habitacional Guarani, Parque San Marino e Jardim Shangrilá, levando
orientações e materiais impressos sobre prevenção à dengue. Foram visitados cerca de 1.700 imóveis. Estiveram envolvidos, além de voluntários do comitê, um grupo de atiradores do Tiro de Guerra, alunos e professores do curso de Técnico em Enfermagem do Colégio Estadual Hilda Kamal, companheiras do Lions Clube, funcionários da Sanepar, agentes da Defesa Civil e soldados do Corpo de Bombeiros.

A secretária municipal da Saúde, Cecília Cividini, apoiou a ação. O
município participou também com integrantes da Vigilância Ambiental,
agentes de combate a endemias (ACE) e a equipe da Atenção Primária agentes comunitários de saúde (ACS) e da Estratégia Saúde da Família (ESF) das unidades Guarani e Anchieta), com total apoio do prefeito Celso Pozzobom. “A Prefeitura faz a sua parte e quando juntamos a sociedade organizada e voluntários, o alcance é muito maior“, parabenizou o prefeito.

O Parque San Marino foi o bairro escolhido para a ação por estar com o
índice de infestação predial em torno de 5% (quando o nível aceitável,
segundo a Organização Mundial da Saúde é de 1%) e por ser uma região
crítica na questão da limpeza. “Constatamos que menos de 10 dias após a
inspeção dos agentes de combate a endemias, moradores voltaram a jogar lixo em terrenos baldios, inclusive recipientes que acumulam água. Agradeço a participação de todos. Nossas sementes estão sendo plantadas e os frutos, com certeza, vamos colher, evitando uma epidemia da doença. Mas o trabalho precisa continuar”, completou a presidente do comitê.

AÇÃO DA CROTALÁRIA – A crotalária é um arbusto que atrai a libélula, inseto predador do mosquito da dengue. Com a planta no jardim ou quintal de casa, ou das empresas, a libélula – que também procura água parada para a reprodução vai depositar seus ovos e as larvas vão se alimentar das larvas do mosquito da dengue, acabando com aquele foco.

O mesmo acontece com a libélula adulta, que é predadora e se alimenta de pequenos insetos – incluindo o Aedes Aegypti. Assim, quebra-se a cadeia reprodutora do mosquito da dengue. Outras armas importantes de combate também devem ser usadas, como manter quintais e jardins limpos e sem água parada. A crotalária ajudar no combate à infestação, mas os cuidados em casa ou na empresa são extremamente necessários.

Eduardo A. Santos
Secretaria de Comunicação – Secom
Prefeitura de Umuarama
Fone: (44) 3621-4141 l ramal 177
Cel e WhatsApp: (44) 99935-3020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *